Imagem Destaque

Negócios e visitação qualificada na Movelpar 2019 superam expectativas

21/03/2019

Feira recebeu lojistas de 26 Estados e Distrito Federal, além de importadores de 20 países. Próxima edição, em 2021, será antecipada para o mês de janeiro

A Movelpar 2019 – Feira de Móveis do Paraná, que se encerra nesta quinta-feira (21) no Expoara – Centro de Eventos, está sendo considerada uma edição especial para a realização de negócios. Em quatro dias, a feira deve superar as expectativas de venda de R$ 500 milhões, de acordo com projeções dos 120 expositores que trouxeram ao evento lançamentos e novidades de cerca de 200 marcas focadas no mercado varejista de móveis.

A visitação qualificada foi outro ponto alto do evento que recebeu lojistas das grandes redes de varejo do Brasil e de médias e pequenas empresas do setor de 26 Estados e Distrito Federal, ampliando e diversificando as opções de vendas das indústrias expositoras para todo o País. Do mercado externo, a Movelpar recebeu importadores e visitantes de 20 países como Argentina, Austrália, Bolívia, Chile, Colômbia, Emirados Árabes Unidos, Equador, Escócia, Estados Unidos, Guatemala, Guiana, Índia, Libéria, México, Paraguai, Peru, Portugal, Suécia, Trindade e Tobago, e Uruguai. O fluxo de visitação foi de 30 mil pessoas.

Além das vendas realizadas pelos expositores, a Movelpar fomentou negócios nas rodadas dos projetos Comprador Nacional e Comprador Internacional. Segundo o Sebrae/PR, a expectativa dos compradores participantes das rodadas nacionais é de que o volume de negócios alcance, aproximadamente, R$ 2,1 milhões. Para o mercado internacional foram realizadas 600 rodadas de negócios com a participação de 60 indústrias brasileiras e 30 importadores das Américas do Norte, Central e do Sul, e do Oriente Médio. A Abimóvel, realizadora do projeto, ainda não divulgou a expectativa de negócios que serão gerados com o mercado externo.

Participante da Movelpar há várias edições, Mário Gazin, diretor presidente da Gazin, fundada há 53 anos em Douradina/PR, disse que vendeu na Feira um volume de R$ 52 milhões. “Temos 275 lojas e vamos abrir mais 20 neste ano, estando presente em vários estados do País e exportando para alguns países da América do Sul e Central. Esta edição da Movelpar foi muito boa e trouxe excelentes resultados”, destacou.

Wellington Bernardes, gerente de marketing da Itatiaia, com indústrias em Minas Gerais e Espírito Santo e 55 anos de fundação, disse que participar da Movelpar é estar em uma feira conceito e ter a oportunidade de apresentar produtos e lançamentos para grande parte dos lojistas do País. “A Feira também se destacou pela vinda dos visitantes internacionais. Nossa equipe de exportação foi demandada o tempo todo e tivemos muitas oportunidades de mostrar, sentir e nos relacionarmos com o mercado comprador”, afirmou.

Para o diretor presidente da Colibri, de Arapongas/PR, há 28 aos no mercado, José Lopes Aquino, o destaque ficou para as visitas que ele aponta como de qualidade. “Foram compradores realmente interessados e potenciais. Tivemos a chance de reaproximarmos de clientes já atendidos e a oportunidade de retomar as vendas para estes mercados. A participação nas rodadas de negócios internacionais também possibilitaram bons momentos para estreitarmos relacionamento e alcançarmos novos espaços comerciais”, sublinhou.

Os resultados além das expectativas também foram apontados por Tim Santos, diretor presidente da Santos Andirá, de Andirá, e com 57 anos de mercado. “Os visitantes vieram para a Movelpar com a intenção de comprar e renovar os produtos nos pontos de venda. As nossas metas para o mercado interno foram superadas e para o mercado externo deverão ser atingidas. A Feira é estratégica para a formação da opinião do setor sobre a qualificação da indústria e para a realização direta de negócios”, destacou.

A próxima edição da Movelpar, que acontece em 2021, será realizada no mês de janeiro, de 25 a 28. “Alteramos o mês, que tradicionalmente era março, para anteciparmos a exposição dos lançamentos da indústria no início do ano. Desta forma, alcançaremos mais velocidade na realização da Feira que já é reconhecida como estratégica e de negócios, antecipando a chegada dos produtos ao varejo”, afirmou Rosana Belo, diretora presidente do Expoara – Centro de Eventos, organizador da Movelpar.

voltar