Imagem Destaque

Prêmio Movelpar quer evidenciar design na indústria moveleira

07/11/2018

Lançamento foi apresentado por Mônica Barbosa reconhecida como a voz do design no Brasil, e contou com palestra de Marcos Batista que é apresentador do programa INOVA360 na Record News, no quadro “Design & Inovação”.

Empresários moveleiros e profissionais ligados ao design participaram do lançamento do Prêmio Movelpar de Design realizado na manhã desta terça-feira (6) no Expoara – Centro de Eventos. A iniciativa, que contou com o apoio da Abimóvel – Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário – e da Apex Brasil (Agência de Promoção da Exportação do Brasil), quer se consolidar como uma premiação que chancela o investimento no design como atributo de competitividade.

A participação no prêmio é exclusiva para os expositores da Movelpar 2019 e contará, nesta edição, com a curadoria de Mônica Barbosa, reconhecida como a voz do design no Brasil, e Marcos Batista, apresentador do programa INOVA360 na Record News, no quadro “Design & Inovação”.

Para Mônica, o Prêmio Movelpar de Design será um reconhecimento para profissionais, empresas e industrias que usam o design para deixar seus produtos mais competitivos. “Com este prêmio, a Movelpar torna-se parte de um seleto grupo que entende que o design é estratégico para posicionamento da indústria no cenário de competitividade, estimulando a competência no design para gerar valor comercial. O foco é criar a compreensão do design aplicado para a indústria como ferramenta de criatividade e inovação, sendo capaz de trazer relevância econômica para o setor”, afirmou.

Marcos Batista ressaltou o novo momento de consumo que integra a nova economia e a importância das marcas se identificarem com propósitos para que possam se posicionar no atual mercado consumidor. “As pessoas querem a experiência que o design proporciona. Estamos em uma sociedade movida pela emoção onde as empresas passam a vender experiências e não mais commodities. Não vendo mais produto e sim experiências do que o produto proporciona”, afirmou.

A presidente do Expoara, Rosana Belo, ressaltou que o design tem sido considerado pelas empresas moveleiras do polo de Arapongas como essencial para o setor inovar e se desenvolver. “Estamos certos de que as mudanças que vamos vivenciar são de natureza cultural e, portanto, necessitamos realizar exercícios em conjunto com as alterações tecnológicas, com as simplificações de processos e com as decisões sustentáveis e dinâmicas”, enfatizou.

A equipe de jurados do prêmio será formada por membros da imprensa especializada, arquitetos, designers, acadêmicos e especialistas das indústrias. Os participantes poderão se inscrever em duas categorias – Grandes e Médias Empresas com oito modalidades, e Sebrae/APL de Móveis, direcionado às marcenarias.

As modalidades para a primeira categoria são móveis para sala de estar; móveis para sala de jantar e copa; móveis para quarto; móveis para cozinha; móveis para banheiro; móveis para área externa e linha rústica; móveis infantis; e móveis corporativos e escritórios.

As inscrições serão recebidas pelo site movelpar.com.br/premio a partir do dia 09 de novembro e até o dia 18 de dezembro. O valor será de R$ 100,00 por produto inscrito. Os participantes deverão enviar fotos dos protótipos até o dia 08 de fevereiro, com todos os detalhamentos dos produtos criados. A classificação será anunciada até 25 de fevereiro em lista publicada no site da www.movelpar.com.br.

Na Movelpar 2019, de 18 a 21 de março, a votação do júri está marcada para o dia 18 de março e a premiação para o dia 19 de março no Expoara. Cada modalidade da categoria Grandes e Médias Empresas será premiada do 1º ao 3º lugar. A categoria Sebrae/APL de Móveis também premiará os três melhores projetos. Entre os critérios de avaliação estão inovação e produção (grau de inovação e viabilidade da produção); funcionalidade (usabilidade e ergonomia); estética (apelo emocional e ambientação); e sustentabilidade e responsabilidade (uso consciente dos recursos).

Na foto: Monica Barbosa, Marcos Batista, Rosana Belo e Cândida Cervieri (executiva da Abimóvel)

voltar